Bauru e grande região - Segunda-Feira, 01 de Setembro de 2008  

13/06/2008 - Economia

Ranking estadual de exportações destaca Pederneiras e Bauru


Duas cidades da região estão entre as 150 que mais exportam no Brasil. Bauru ocupa a 145.ª posição entre os 5.562 municípios brasileiros quando o assunto é exportação, somando o montante de US$ 82.452.538 de janeiro a maio deste ano. No mesmo período do ano passado foram US$ 63.316.380. Considerando-se apenas o Estado de São Paulo, a cidade está em 49.º lugar entre 645 existentes. Já a vizinha Pederneiras ocupa posição ainda melhor: é a 28.ª no Estado e a 79.ª em nível nacional, com total de US$ 191.527.640 .

Os números contemplam os cinco primeiros meses do ano e foram divulgados na última quarta-feira pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), órgão vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Considerada a mola propulsora do País, a cidade de São Paulo lidera a lista nos quesitos exportação e importação.

Assim como no primeiro trimestre deste ano - conforme divulgado pelo Jornal da Cidade -, os principais produtos exportados em Bauru no acumulado de janeiro a maio foram barras de ferro, aço e lâminas quentes, seguidos de acumuladores elétricos de chumbo e carnes desossadas e congeladas. Juntos, eles foram responsáveis por quase 55% de toda a exportação bauruense no período.

Os principais destinos dos produtos direcionados ao comércio exterior são, pela ordem, Bolívia, África do Sul, Arábia Saudita, Paraguai, Filipinas, Argentina, Estados Unidos, Espanha, Uruguai e Líbano. Somente a Bolívia consome 33% da produção bauruense. A indústria de barras de ferro exportou US$ 23.744.345, contra US$ 13.614.392 no mesmo período do ano passado.

A indústria de preparação de base de borracha para fabricação de gomas de mascar continua sendo a âncora das importações bauruenses, sendo responsável por 17% de tudo o que é comprado lá fora. Dados da Secex mostram que no primeiro trimestre do ano foram importados US$ 2.688.657, ante US$ 6.144.395 no acumulado até maio.

Também houve aumento na comparação com 2007, quando foram importados US$ 5.007.269. Manteve-se na segunda colocação o setor denominado outras formas de chumbo refinado, com US$ 4.610.190. A Argentina representa 19,02% da compra bauruense, seguida dos Estados Unidos (13,84%), China (11,10%) e Alemanha (10,44%).

____________________

Cidade de Pederneiras: fica em 28° lugar

Com exportações somando o montante de US$ 191.527.640 de janeiro a maio deste ano, a cidade de Pederneiras (26 quilômetros de Bauru) aparece à frente de Bauru, ocupando a 79.ª posição no ranking nacional divulgado pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), órgão vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Considerando apenas o Estado de São Paulo, o município ocupa o 28.º lugar. As importações somaram US$ 121.588.417. O saldo (diferença entre exportações e importações) da balança comercial registrou superávit de US$ 69.939.223.

Somente a Volvo (que fornece produtos e serviços de transporte), uma das principais indústrias instaladas em Pederneiras, foi responsável por aproximadamente US$ 310 milhões do total exportado em cinco meses. O valor representou 70% do faturamento da empresa em 2007. Os principais mercados compradores dos produtos da empresa são Estados Unidos, Europa e Ásia.

No ranking da Secex, Pederneiras também aparece à frente de cidades como São Carlos, Americana, Barretos, Ribeirão Preto, Franca e Presidente Prudente. O destaque da pauta de exportações na cidade é para os setores de máquinas acabadas, alimentos e peças, puxadas pelas multinacionais Volvo, Ajinomoto e Arielo/Reicon.

 
(SF) © Copyright 2001 Jornal da Cidade - Todos os direitos reservados - fone (14) 3104-3104 - Bauru-SP